Como cuidar da pele sensível

 In Rigorosos a cuidar

Nem todos os casos de pele sensível se expressam cedo, ou da mesma forma. Por vezes a pele fica mais sensível por razões hormonais ou ambientais, podendo haver surtos pontuais mais ou menos localizados.

É importante detetar os sinais e agir atempadamente para minimizar os efeitos.

Mas o que é benéfico para a pele sensível e o que a faz piorar?

 

Pele sensível – sintomas

Se estivermos atentos é fácil perceber que a nossa pele se apresenta sensível: manifesta-se pelo aparecimento de comichão, vermelhidão, parece tensa e com menos flexibilidade, desidratada e por vezes podemos até ter uma sensação de ardor. Não é considerada obrigatoriamente uma pele alérgica, mas torna-se mais vulnerável às agressões externas.

 

Pele sensível – causas

Existem vários fatores que podem tornar a pele sensível:

Ambientais: O calor, o frio, o vento, o sol, as mudanças bruscas de temperatura e a poluição são os piores inimigos de uma pele sensível.

Alguns ingredientes: Quando se tem a pele sensível, é possível que não haja uma boa relação com os retinóis, a vitamina C e os peelings. Até lavar a cara com água (dependendo da dureza da água) ou utilizar camisas ou t-shirts sintéticas pode provocar reações.

Problemas vasculares: Se os vasos sanguíneos forem frágeis, haverá certamente tendência para essa reatividade no rosto.

Os piores inimigos: Comidas picantes, gorduras saturadas, álcool, tabaco e stress.

 

Pele sensível – cuidados diários

Limpeza: Nunca saltar este passo, de manhã e à noite, mas usar sempre produtos suaves, como uma água micelar, um óleo de limpeza ou um leite suave. Deve evitar-se os sabões e as mousses, já que podem desidratar ainda mais.

Hidratação e mais hidratação: Ir para a rua sem uma boa dose de hidratação na pele é sair desprotegido. Nunca esquecer o creme hidratante ou sérum, e se forem específicos para a vermelhidão, ainda melhor. O ideal será levar o produto  na carteira e aplicar sempre que se sentir sintomas de tensão ou comichão (e nunca deixar o creme no carro, porque as temperaturas extremas iriam danificar a fórmula).

Protetor solar: A pele sensível não gosta muito de sol, por isso é importante nunca sair de casa sem antes aplicar um protetor solar de fator elevado, ou seja 50+, e de preferência escolher uma fotoproteção mineral, mais indicada para a pele sensível. Aplicar também no pescoço e na zona do decote.

Desmaquilhar ao chegar a casa: É importante para que a pele possa descansar. Antes de ir para a cama deve aplicar o sérum e/ou o creme para pele sensível ou hidratante.

Cuidado com a esfoliação: Se se trata de uma pele pouco reactiva, provavelmente, suportará bem os esfoliantes cosméticos (tanto os de partículas físicas, que devem ser de grão fino, como os químicos não agressivos), mas não se deve abusar. Se a pele reage à mínima coisa, então não se deve usar esfoliantes mais do que uma vez por semana, aplicando-os sempre com uma massagem muito suave.

Cuidado com a alimentação: Preservar a barreira cutânea é muito importante, por isso devemos ter uma alimentação rica em fruta e vegetais antioxidantes, peixe e frutos secos ricos em Ómega 3 e gorduras saudáveis, como o azeite e o abacate.

Evitar as mudanças bruscas de temperatura: E se não pudermos evitá-lo, procurar não transpirar demasiado. Para quem faz desporto, ao terminar, deve limpar a pele com um produto específico, porque a água não tem pH neutro e pode alterar ainda mais a pele.  E claro, voltar a hidratar a pele.

 

Conclusão

A Cantabria Labs apresenta uma linha de cuidados anti-envelhecimento, especificamente desenvolvida para a pele sensível, desenvolvida com SCA®, ativador natural da regeneração cutânea, com propriedades reparadoras e antioxidantes. Consulte aqui a nossa linha Endocare Clássica.