Fotoproteção

 In Rigorosos a cuidar

fotoproteçãoFotoproteção

 

Haverá cuidado dermatológico mais falado?

Há anos que temos vindo a falar de fotoproteção e a verdade é que ainda é um cuidado que não é praticado por todos. Falamos nos malefícios que as radiações UV podem fazer à nossa pele e os problemas graves que daí podem advir, mas para grande parte a fotoproteção continua a ser apenas um cuidado da pele muito sazonal, quando na verdade deveria ser praticado todo o ano.

Cada vez mais estamos sujeitos a radiações. O que dantes era uma preocupação em termos de proteção solar, nos dias de hoje a preocupação é bem maior: não só temos as radiações UVA e UVB, como as radiações dos IV e ainda a luz visível que já estão estudadas por provocar danos na pele, desde manchas hiperpigmentadas a neoplasias cutâneas.

Porque é que os protetores solares são tão pouco utilizados?

Há alguns anos atrás os protetores solares, mesmo sendo necessários, não apresentavam as texturas mais apelativas no mercado e a verdade é que quanto mais alta fosse a proteção solar mais difícil seria manipular os filtros solares de forma a obter um cosmético de textura agradável.

A maioria das pessoas ainda acha que os protetores solares são cosméticos que deixam a pele branca e têm uma textura “pegajosa”.

Contudo, existem várias marcas no mercado que têm protetores solares já extremamente avançados, não só em termos de proteção, como também em termos de texturas, com uma cosmeticidade agradável, capazes de responder a todas as necessidades de todos os diferentes tipos e problemas de pele.

Inovações

As novas gerações de protetores solares permitem proteger não só a pele de todo o tipo de radiações, como conferir uma proteção antioxidante, proteger o DNA celular e ainda reparar alguns danos, como é o caso da marca Heliocare®, responsável pela primeira tecnologia patenteada de fotoimunoproteção tópica e oral do mundo.

Tem pele atópica, alergia ou sensibilidade ao Sol?

Também já não precisa de se preocupar! Existem suplementos orais que lhe permitem preparar a pele para uma exposição solar e disfrutar o verão na praia com a sua família. Deve começar por tomar com um mês de antecedência, continuar a tomar durante a exposição solar e se pretender um bronzeado mais duradouro prolongar a toma após o Verão. Este suplemento oral pode e deve ser tomado ao longo do ano nos casos de pele mais sensível.

Como escolher um protetor solar?

Começar por identificar:

Tipo de pele: oleosa, mista, normal, seca, muito seca ou até mesmo atópica;

Se existe alguma preocupação específica: acne, manchas, rosácea, dermatite seborreica, queratoses actínicas, alergias solares…;

Se procuramos algum fator embelezador: potenciadores de bronzeado, cremes protetores com cor, protetores em pó que permitem renovar a proteção solar ao longo do dia sem estragar a maquilhagem…

Se tiver dificuldade em escolher o protetor ideal para si peça ajuda ao seu dermatologista ou farmacêutico para que ele possa avaliar a sua pele e indicar-lhe as texturas mais adequadas que vão de encontro às suas necessidades.

Como me proteger?

  • Evitar uma exposição solar nas horas de maior calor das 12h às 17h
  • Procurar a sombra;
  • Usar chapéu e óculos de sol adequados;
  • Reaplicar o protetor solar várias vezes ao dia.

O elixir da juventude

Todos o procuram, mas a verdade é que já foi descoberto há anos. Sim, é o protetor solar! Sendo as radiações as principais responsáveis pelo fotoenvelhecimento da pele por que não usar este elixir todos os dias? Rídulas, rugas vincadas, hiperpigmentações e grão irregular da pele, seriam todos evitados ou pelo menos em menor expressão se ao nosso cuidado diário utilizássemos um protetor solar.

Dr. Ricardo Aranha

Farmacêutico

Farmácia d’Arrábida

Preparar a peleo sol e desporto