O Acne não tem idade

 In Rigorosos a cuidar

O acne é uma doença inflamatória das glândulas sebáceas que afeta 80% da população entre os 12 e os 25 anos, mas também uma grande parte da população em idade adulta.

Embora não seja grave, o acne provoca alterações estéticas que podem ter consequências negativas na autoestima, influenciando o bem estar laboral e social.

Esta doença manifesta-se pelo aparecimento de comedões – habitualmente chamados de borbulhas –  de pápulas, pústulas, e, menos frequentemente, pelo aparecimento de lesões profundas como nódulos ou quistos, em áreas onde há uma maior concentração destas glândulas, como no rosto, peito e costas.

Os distúrbios hormonais são uma das principais causas do acne, mas este pode também ser originado por fatores genéticos e bacterianos.

Embora o acne juvenil, que começa com a puberdade, seja o mais comum, existem outros tipos de acne, como o provocado pela aplicação de esteróides ou ainda o que é induzido por produtos químicos comedogénicos, presentes em algumas pomadas e cosméticos. Este tipo de acne pode surgir em qualquer idade, mas apresenta-se normalmente mais tarde, depois de passados os limites da idade jovem, afetando sobretudo a zona das maças do rosto.

O que causa o acne?

Podem identificar-se quatro causas principais:

• Aumento da secreção de sebo, quando as glândulas sebáceas da nossa pele estão sobrestimuladas e começam a produzir mais sebo do que é normal.

• Obstrução do folículo pilossebáceo, formando a borbulha, também chamada de obstrução dos poros, que acontece facilmente se existirem na nossa pele células mortas ou outras partículas de sujidade.

• Colonização por Propionibacterium acnes, a bactéria do acne instalada nos folículos pilossebáceos.

• Lesão na parede folicular e inflamação perifolicular. É a resposta do nosso sistema imunitário, reagindo à invasão da bactéria do acne à nossa pele. O inchaço, a cor encarnada e o desconforto ao tocar na zona infectada.

Como tratar o acne?

Existem vários tratamentos para o acne. Tudo depende da extensão e intensidade de cada caso.
Iniciar um tratamento o mais cedo possível é a maneira mais eficaz de se evitar cicatrizes.
O primeiro passo para um correto tratamento é a realização de um diagnóstico com um especialista.

 

Alguns conselhos para se obter bons resultados na luta contra o acne:

• Evitar tocar nas borbulhas e pontos negros – aumenta o risco de infeção.

• Procurar um estilo de vida saudável, sem stress e evitando excessos.

• Ter cuidado com o sol – embora ao princípio possa notar alguma melhoria, o excesso de sol pode deixar marcas e até aumentar a produção de sebo. É também imprescindível o  uso dos protetores solares.

• Realizar uma limpeza correta da pele, de manhã e à noite.

• Hidratar a pele com produtos não comedogénicos (que não obstruem os poros).

Para uma pele oleosa ou com tendência acneica, recomendamos produtos cosméticos seborreguladores, esfoliantes e adstringentes que ajudam a reduzir a quantidade de sebo e o tamanho dos poros da pele, melhorando a sua textura.