O que é a Rosácea?

 In Rigorosos a cuidar

 

Estou sempre vermelho(a)!

 

Todos nós conhecemos alguém “rosadinho” ou que cora com facilidade perante algumas situações. Classicamente, pessoas com pele clara, sensível e mais suscetível.

 

O que é a rosácea?

A rosácea é uma doença inflamatória crónica cuja causa ainda não é completamente conhecida. Tipicamente são indivíduos que estão frequentemente rosados/vermelhos e/ou que coram com facilidade mediante algumas situações.

 

Quais são os factores desencadeantes/agravantes da rosácea?

Mediante ambientes muito frios e/ou muito quentes, após ingestão de comida condimentada ou muito quente, de bebidas alcoólicas, exposição a vento, stress físico e/ou psicológico, exercício físico intenso, ambientes quentes e húmidos (sauna, banho-turco), aplicação na cara de produtos perfumados e com alguns ácidos, adstringentes e produtos de limpeza com acetona ou álcool, exfoliantes faciais abrasivos, produtos com ácido glicólico…

Para além do aspeto vermelho indesejado e socialmente estigmatizante, poderá estar associada a desconforto marcado (calor, ardor).

 

Só existe um tipo de rosácea?

Na realidade, a rosácea classifica-se em quatro subtipos que podem coexistir na mesma pessoa:

  • Eritemato/telangiectásica – pele vermelha e com alguns vasos finos e de pequena dimensão
  • Papulo/pustulosa – existência de borbulhas e de pústulas (borbulhas com “cabeça branca”)
  • Fimatosa – aumento da estrutura afectada (por ex. um nariz aumentado e com aspecto esponjoso irregular)
  • Ocular-para além da pele vermelha, pode haver sensação de olho seco, vermelho, sensação de corpo estranho, lacrimejo fácil.

 

Como tratar a rosácea?

Como seria expectável, devem ser evitados os factores que numa pessoa estão associados ao agravamento da vermelhidão da cara, deve ser feita uma higiene diária com produtos adequados a uma pele sensível e deverá ser estabelecido um tratamento em função do(s) subtipo(s) de rosácea que cada pessoa possa ter.

 

Como devem ser feitos os cuidados diários?

Encorajar estes doentes a obter uma rotina diária com produtos não irritantes, limpar 2xdia com água tépida e sabonete ou produto de limpeza suave com as polpas digitais ou disco desmaquilhante e secar a pele com disco desmaquilhante. Se o doente estiver a fazer tratamento com medicamentos tópicos, deverão aplicá-los mais de 30 minutos após-lavagem/limpeza. Após desaparecimento das lesões, manter aplicação na mesma área para prevenção de reaparecimento das lesões. Não deve ser esquecida a aplicação de creme hidratante e de protector solar.

 

Existem cuidados cosméticos para a rosácea?

Claro que sim! A melhoria da aparência equivale a melhoria da auto-estima!!! Deve ser privilegiada uma base em pó, não utilizar cosméticos antigos, utilizar sombras claras, tons de terra, o protector solar deve ser aplicado após medicação tópica e antes dos cosméticos e deve-se tirar partido da variedade dos protectores solares actualmente no mercado, como sejam, protectores solares com cor. Os cosméticos deverão ser aplicados com pincel aplicador, evitar formaldeído, propilenoglicol, álcool, ácidos palmítico e oleico e cosméticos waterproof. Nos homens, aconselha-se a utilização de máquina de barbear, evitar aftershaves e loções adstringentes.

 

Quais os tratamentos existentes para a rosácea?

Existem cremes para contrariar a vermelhidão, para reduzir a inflamação, para reduzir as borbulhas e as pústulas.

Nalgumas pessoas poderá ser necessário tomar medicamentos, isto é, antibióticos ou retinóides.

O LASER vascular é sempre uma opção para a pele vermelha e outros tratamentos poderão ser utilizados nas variantes fimatosas.

 

Marisa Carpinteiro André

Dermatologista

Hospital CUF Descobertas

Hospital CUF Torres Vedras

Clínica LASER de Belém