Sinais visíveis de envelhecimento cutâneo

 In Rigorosos a cuidar

Através de visíveis e diferentes sinais do envelhecimento cutâneo, o passar do tempo fica marcado na nossa pele.

As rugas

Existem vários fatores que motivam o aparecimento de rugas. Há as rugas de expressão que aparecem por nos rirmos muito, franzirmos o sobrolho ou a testa. Há as rugas agravadas com a exposição excessiva aos raios solares, os maus hábitos alimentares, o consumo excessivo de álcool, o tabaco, entre muitos outros. Há ainda as rugas provocadas pelo processo natural de envelhecimento. Com o passar dos anos, a pele sofre alterações com a idade, o processo regenerativo das células abranda e existe uma menor reposição dos componentes (colágeno, elastina, etc.) da camada interior da pele (derme), tornando-a mais fina e provocando a aparição de diferentes sinais na nossa pele.

A flacidez

Tal como as rugas, a flacidez também é provocada pelo processo natural de envelhecimento da pele, podendo ser acelerada devido a diferentes fatores, como os radicais livres inerentes à exposição ao sol.  A flacidez no rosto surge também quando o colágeno e a elastina (proteínas que sustentam a pele) deixam de cumprir a sua função de forma correta. Por outras palavras, o processo de destruição destas proteínas supera o de regeneração. E com o passar dos anos perde-se naturalmente a gordura subcutânea, sendo este processo também bastante visível no nosso rosto, observando-se um aprofundamento dos traços e do contorno facial.

O contorno de olhos

A pele na zona à volta dos olhos é a mais frágil e sensível da nossa cara e a mais fina de todo o corpo. Para além disso, de um ponto de vista dermatológico, caracteriza-se por ser menos dotada de fibras de colágeno e elastina. Todos estes fatores fazem com que esta zona se torne especialmente susceptível de sofrer mudanças visíveis, tornando-se fundamental redobrar os cuidados a ter nesta zona da nossa cara.

Os três sinais de envelhecimento mais comuns junto aos olhos:

– Os “pés de galinha”, produzidos pelo efeito repetido da contração muscular das pálpebras e por esta zona, como o resto da cara, estar mais exposta às agressões solares do que o  resto do corpo.

– As olheiras, coloração (ou pigmentação) excessiva da pele causadas por uma produção excessiva de melanina ou por dilatação dos vasos sanguíneos junto aos olhos. As olheiras também podem aparecer devido ao cansaço. Mas, mesmo dormindo 8 horas por dia, podemos não nos conseguir livrar destas marcas mais escuras.

– Os papos nos olhos, cujas causas mais comuns são: a falta de sono, retenção de líquidos, exagero do consumo de água antes de dormir, fatores genéticos e a idade. Quando a drenagem desta zona é fraca, estes fatores favorecem a acumulação de água ou gordura, o que provoca o surgimento de papos.

Para combater todos estes sinais visíveis de envelhecimento cutâneo, é recomendável recorrer a tratamentos cosméticos, validados cientificamente, e que possuam uma ação renovadora, regeneradora e reafirmante, que favoreçam a redução e a prevenção dos indesejados efeitos do envelhecimento.